Alheamento

 

Estranha coisa esta, a poesia,

Que vai entornando mágoa nas horas

Como um orvalho de lágrimas, escorrendo dos vidros,

duma janela,

numa tarde vaga, vaga…

 

Fernando Namora (1919-1989), in Mar de Sargaços

Anúncios

~ por rosana em 16/01/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: