Antologia


Edward Munch, in Melancolia

Como morrer se existe o mar,
Se o Tejo canta tristemente para os barcos
E chama as andorinhas

Como adiar esse encontro inesperado
e desesperado e
pedir para ficar um pouco mais

enquanto as nuvens vem e
e desenham figuras em seus desvaõs
a maresia,
o buliço
acendem lanternas
no coração.

como morrer
e esquecer o pássaro azul
desavisado hospede
de um céu impálpável

vontade de ser barqueiro
e fazer voltar as almas
do Hades
devolver o ardor da terra
e a existencia do mar

como morrer
e levar muda
essa antologia de espanto.

by
Anna Montenegro

Anúncios

~ por rosana em 28/09/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: