A35ab

E havia as grandes noites
Os grilos inquietos nas paredes gastas
Uma paisagem imaginaria sob os lampioes
Um cheiro de flor e de compotas
Uma esperança baldia
Aguardando o futuro.

Havia as grandes chuvas
chávenas fumegantes
toalhas bordadas de azul
a fruta madura
na economica mesa
alimentando o presente

Havia o pio do pássaro preso
o canto da mulher que enlouquecia
as cartas nunca enviadas
as carícias nunca recebidas
Eram ecos do passado
passageiro fugaz
no pêndulo do relógio.

E havia o grande dia.
Que nunca foi servido.

by
Anna Montenegro

Anúncios

~ por rosana em 07/11/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: